segunda-feira, 1 de julho de 2019

Curso de Guitarra - Como montar acordes com pestana


 É denominada pestana o artifício de prender duas ou mais notas com o mesmo dedo. Sua vantagem é que os acordes passam a ser móveis, a mesma posição pode ser tocada em diferentes casas pelo braço do instrumento, fornecendo-lhe 12 acordes diferentes nas 12 primeiras casas. Existem quatro posições básicas de pestana, derivadas dos acordes de E, A, C e G, sendo que as de E e A , são as mais fáceis de adaptar para acordes menores, e com sétima.

Exemplo – Posição de E

O primeiro passo para tocarmos um acorde com pestana é trocar a posição dos dedos, rearranjado-os de acordo com a figura 1. Montando essa mesma posição uma casa acima e prendendo as cordas soltas com a pestana feita pelo dedo indicador temos o acorde de F. figura 2

Sempre toque corda por corda para ouvir a sonoridade extraída. Se alguma corda estiver “abafada” tente apertar um pouco mais, ou posicionar melhor o dedo polegar atrás do braço. O processo para obter acordes com pestana derivados de outras posições é o mesmo, valendo também para os menores e com sétima. Abaixo vocês poderão conferir alguns padrões de acordes usados nos 4 formatos. Maiores, menores e maiores com sétima nos formatos de E e A.E maiores e maiores com sétima em C e G, devido a digitação do acorde menor ser mais “encrenca” nesses formatos. Reparem que o acorde de Db7 no formato de C, não faz uso de pestana, porém é um acorde móvel se abafarmos a primeira corda ( E ) da guitarra. Enquanto não temos um conhecimento intervalar, os acordes receberão o nome sempre através da nota mais grave.

Formato E

Formato A

Formato C e G





Nenhum comentário: