quarta-feira, 21 de junho de 2017

Curso de Guitarra - Aprenda a cuidar de suas mãos

http://www.artmaiashop.com
Amplificadores queimados e guitarras com braços danificados são (apesar de causarem pesadelos na maioria dos mortais) situações que podem ser facilmente remediadas. Ao passo que o veículo máximo de sua expressão (suas mãos) pode sofrer danos causados por exageros e mau uso, o que lhe trará "pesadelos" ainda maiores.

Os tendões e ligamentos das mãos que são submetidos a movimentos regulares e contínuos podem sofrer problemas denominados como Síndromes de Movimentos Repetitivos. Na realidade, tais problemas são causados por uma somatória de fatores: esforço contínuo, num mesmo movimento, má postura, tensão nervosa, entre outros.

O ato de estudar diariamente seu instrumento exige também uma postura e preparação corretas, tanto no intuito de obter melhor desempenho como também pensando em prevenir os problemas acima citados. Para tal, leve em conta a regulagem de sua guitarra no que diz respeito à ação (altura) das cordas, pois estas, estando mais próximas da escala, demandam menos pressão dos dedos (embora percam bastante a sustentação do som). Além disso, pense em pequenos exercícios que irão ativar sua circulação sangüínea e “pré aquecer” seus músculos e tendões:

Estenda seu braço direito como se os seus dedos estivessem sendo empurrados contra uma parede. Então, puxe os dedos com sua mão esquerda gentilmente para trás. Pare ao sentir seus tendões forçados. Depois repita o processo com sua mão e braço virados ao contrário. Você deve fazer isso por no mínimo de 20 a 30 segundos, 3 vezes em cada forma.

Exercícios extensores de pulso - estenda seus braços de uma forma reta na sua frente com os cotovelos firmemente presos. Aponte seus dedos para baixo e puxe-os em sua direção. Faça o movimento contrário (para cima). Não use a sua outra mão como auxílio.

Temos também um exercício específico para os dedos que é realizado da seguinte maneira: Mantenha seus dedos esticados de modo que eles apontem para cima. Puxe-os para baixo contra a palma de sua mão e enrole-os fechando o pulso. Então, desenrole os dedos até que eles apontem para cima, voltando à posição inicial. Repita o processo várias vezes.

Faça movimentos de abrir e fechar suas mãos repetidas vezes para ativar a circulação.
Movimentos rotatórios com os punhos fechados também são ótimos como aquecimento.
Além desses pequenos cuidados, não se esqueça das outras partes do seu corpo envolvidas no processo de tocar, como sua própria coluna. Conscientize-se, tenha cuidado e bons estudos!

terça-feira, 30 de maio de 2017

Aprenda a tocar violão e guitarra, de modo rápido e sem complicações!

http://www.artmaiashop.com
    O CURSO COMPLETO DE VIOLÃO E GUITARRA da ArtMaia é sem dúvida o maior e melhor material de estudos musicais já disponibilizados no Brasil. O Curso foi elaborado para oferecer todas as informações necessárias passo a passo para quem está iniciando, ou mesmo para quem já toca um pouco e quer aprimorar os seus conhecimentos. São aulas teóricas e práticas, explicadas através de textos leves e detalhados, fotos e gráficos coloridos exclusivos divididos em livros digitais com mais de 850 páginas e você ainda conta com aulas gravadas e o suporte do PROFESSOR ONLINE para esclarecer todas as suas dúvidas. Você estuda nas horas vagas, e no final do curso após enviar a sua avaliação geral receberá o CERTIFICADO DE CONCLUSÃO atestando que você concluiu os seus estudos com sucesso.
    Adquirindo o CURSO COMPLETO DE VIOLÃO E GUITARRA, você receberá o seguinte material de estudos juntamente com o manual do estudante:
MATERIAL DE ESTUDOS DO CURSO
http://www.artmaiashop.com

CURSO DE VIOLÃO E GUITARRA  (7 módulos em formato E-books com 370 páginas coloridas, com aulas teóricas e práticas, exercícios, testes e gabaritos para correção ) – Nível Básico
CURSO DE VIOLÃO (1 Módulo com 285 páginas coloridas, contendo todas as informações e aulas necessárias para você aprender a tocar rapidamente) – Nível Básico e Intermediário
CURSO PRÁTICO DE GUITARRA (1 módulo de Teoria e Pratica de Guitarra com exercícios para você se transformar em uma fera no assunto)
APOSTILA DE GUITARRA (Técnicas e exercicios de nível intermediário)
TRANSTON - TRANSPORTADOR DE TONALIDADES PARA VIOLÃO E GUITARRA (Aprenda a transportar as tonalidades e colocar as músicas no seu tom de modo rápido, prático e sem complicações. Produto acompanhado do manual de utilização)
CURSO DE TEORIA MUSICAL (Apostila completa com explicações passo a passo)
CURSO BÁSICO DE HARMONIZAÇÃO (Módulo Apostilado Digital - Nível Intermediário)
ESCALAS E MODOS GREGOS (Módulo de estudos teóricos e praticos com explicações detalhadas sobre as escalas musicais e modos gregos.)
APOSTILA TEÓRICA E PRÁTICA PARA VIOLÃO, GUITARRA, BAIXO, BATERIA E GAITA (Módulo apostilado contendo explicações teóricas e práticas)
APOSTILA DE VIOLÃO - NOÇÕES BÁSICAS (Apostila prática com explicações sobre ritmos, tablaturas, efeitos, acordes e outros assuntos que fazem parte do vocabulário básico de todo instrumentista).
DICIONÁRIO DE ACORDES ESSENCIAIS PARA VIOLÃO E GUITARRA (Módulo apostilado digital com todos os acordes mais usados e suas variações alternativas).
O BÁSICO DA TEORIA MUSICAL (Apostila com os assuntos que você precisa saber para ler partituras).
MODOS GREGOS (Módulo apostilado com explicações e exemplos).
PÁGINAS PARA EXERCÍCIOS E ANOTAÇÕES MUSICAIS (Vários modelos com tablaturas, partituras e acordes em branco  para o aluno imprimir e utilizar em exercicios e anotações)
2000 TABLATURAS PARA EXERCICIOS

57 AULAS GRAVADAS COM EXPLICAÇÕES PASSO A PASSO DAS LIÇÕES DO CURSO
VÍDEO AULAS SELECIONADAS (Mais de 50 vídeo aulas com dicas e explicações teóricas e práticas disponibilizadas na área Vip)
EXERCÍCIOS, LICKS E RIFFS SELECIONADOS (Pratique com exercícios de blues, country, funk, jazz, rock, swing, exercícios de cromatismo, tapping licks, escalas, etc...)
EXERCICIOS EM FORMATO GUITAR PRO (Milhares de tablaturas com exercicios musicais variados)
COMO TIRAR MÚSICAS DE OUVIDO (Módulo apostilado com explicações e dicas básicas)
LIVRO DE REPERTÓRIO
CIFRAS COM RITMOS EXPLICADOS PARA VIOLÃO E GUITARRA
AFINADORES (2 Afinadores virtuais para você afinar o seu instrumento rapidamente, utilizando o seu PC)
METRÔNOMO VIRTUAL
DICIONÁRIO DE ACORDES
EDITOR DE TABLATURAS
EXERCÍCIOS MUSICAIS CIFRADOS
SENHA DO SUPORTE PROFESSOR ONLINE
SENHA DA  ÁREA VIP  ARTMAIA
CARTEIRA DE ESTUDANTE
CERTIFICADO DE CONCLUSÃO

                   Nossos  alunos  recebem também uma senha de acesso a exclusiva ÁREA VIP ARTMAIA, onde disponibilizamos um grande material de apoio aos estudos, como vídeos, exercícios, etc...

http://www.artmaiashop.com

Veja abaixo alguns assuntos que fazem parte do programa de aulas do curso:
O Principiante / O violão / A Guitarra / As cordas / O agudo e o grave / A mão direita / A mão esquerda / Exercícios / Escalas e notas musicais / Acordes / Cifras / O tom maior e o tom menor / Anatomia do Violão / Cuidados com o instrumento/ A postura / Técnicas da mão esquerda/ A palheta/ Como usar a palheta / Os acordes básicos / Tipos de palhetas/ Exercícios para a mão direita / Exercícios com palheta/ Exercícios para a mão esquerda/ Ritmos/ A Pestana/ Acordes com pestana /Efeitos eletrônicos / Anatomia da guitarra / Os captadores / Afinação / Solos práticos / Os tons e os semitons / localização das notas no braço do instrumento / Conceitos básicos sobre a música/ O acompanhamento/ O sustenido/ O bemol/ A escala diatônica/ A escala cromática/ Os ritmos mais usados/ Seqüências rítmicas/ Os graus da escala/ A teoria dos três acordes/ Tablaturas/ Os acordes na tablatura/ O dedilhado na tablatura/ As dúvidas mais comuns/ Como trocar as cordas/ Como melhorar a ação das cordas/ Escalas/ Entendendo as escalas maiores/ Construindo as escalas maiores/ Cromatismo/ Exercícios de cromagem / O mapa das notas/ Como obter notas oitavadas/ Transportando acordes com pestana/ Exercícios de prática de escalas/ A teoria da construção dos acordes/ Músicas cifradas/ Transporte de tonalidade/ Progressão de acordes/ Intervalos/ Classificação e análise dos intervalos/ Intervalos compostos/ Escala menor natural/ Tríades/ estudando a construção de tríades/ Padrões de dedilhados/ Seqüências dedilhadas/ Acordes relativos/ Notas enarmônicas/ Ritmos Brasileiros/ Trocando as cordas da Guitarra/ Técnicas de Solo/ Hammer-on/ Pull off/ Bend/ Slide/ Dicas, exercícios e tablaturas/ Curiosidades musicais/ O tom de uma música/ Os acordes principais de um tom/ Pequeno dicionário de acordes/ Padrões rítmicos/ Dedilhados e levadas/Tríades / Escalas / Campo Harmônico / Harmonização / Inversões / Digitações / Padrões Melódicos / Padrões rítmicos / Princípios de harmonia / Formação de Acordes / Acordes Dissonantes / Estilos musicais / Como tocar Intervalos / Como ler e entender as partituras / Exercícios e Dicas / Variações do bordão / Ritmos e acompanhamento / Técnicas instrumentais / Escalas Pentatônicas / Músicas e Tablaturas / Substituição de Acordes, Improvisos, etc…
http://www.artmaiashop.com
                    Se você não sabe tocar Violão ou Guitarra, ou sabe muito pouco e quer aprender de verdade, através de um curso feito na medida certa para você, venha estudar conosco. O GRUPO ARTMAIA MUSIC, tem 14 anos de existência, com mais de 25 mil alunos cadastrados! Entre hoje mesmo para o maravilhoso mundo da música. Para maiores informações sobre o curso, clique aqui.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Curso de Guitarra Brasil On-line - Estudo básico sobre escalas

http://www.artmaia.com

Escalas:

 - Pentatônica
 - Maior
 - Menor
 - Harmônica
 - Melódica

Escala é uma sucessão de sons que se distribuem em tons e semitons. É muito importante o estudo das escalas, pois ele contribui para o desenvolvimento auditivo, o desenvolvimento mecânico das mãos e a compreensão das posições das notas em todo o braço. Devemos ter em mente que toda melodia está baseada sempre em algum tipo de escala.
 
Introdução à Pentatônica

O que é Pentatônica?
- Pentatônica é o nome de uma escala formada por cinco notas, original do blues que, por ser formada de cinco notas leva esse nome.

Para que é usada? Por que estuda-la?
- É usada na criação de solos e riffs nos mais diversos campos do rock, desde o blues até o metal. É interessante você estudar a escala pentatônica pois ela é muito usado hoje em dia, compreendendo essa escala você saberá de onde famosos guitarristas criam os solos e poderá criar seus próprios solos e licks.

Iniciação

    Vamos começar a chamar as escalas pentatônicas de "pentas", pois é um termo abreviado e bastante usado, bem para começarmos é necessário saber que existem penta menor e penta maior, porém a mais conhecida e praticada é a menor. Isso já é o necessário para que você comece a estudar a escala pentatônica, é importante salientar que para que esse estudo comece o ideal é o praticante já ter alguma iniciação no instrumento.

Pentatônica Menor

 Escalas Pentatônicas Menores
Formação das Pentatônicas Menores:
Tonica, 3ªm, 4ªjusta, 5ª e 7ªm.

Vejamos o exemplo da Penta Menor de A(lá):
Tonica: A(lá)
3ªm: C(dó)
4ªjusta: D(ré)
5ª: E(mí)
7ªm: G(sol)

Ficando no braço do instrumento da seguinte forma:
e--------------------------5-8-
B---------------------5-8------
G----------------5-7-----------
D-----------5-7----------------
A------5-7---------------------
E-5-8--------------------------
  A C D E  G A C D  E G A C
OBS: Repare que as notas se repetem até acabar as cordas.

Para achar a penta de outra nota basta repetir o processo.
Vejamos o exemplo da pentatônica de E{mí):
Tonica: E(mí)
3ªm: G(sol)
4ªjusta: A(lá)
5ª: B(sí)
7ªm: D(ré)

Ficando no braço do instrumento da seguinte forma:
e--------------------------0-3-
B---------------------0-2------
G----------------0-2-----------
D-----------0-2----------------
A------0-2---------------------
E-0-3--------------------------
  E G  A B D E G A B D  E G
OBS: Repare que, novamente, as notas se repetem até acabar as cordas.


Pentatônica Maior

As pentatônicas maiores nada mais são do que as pentas menores um tom e meio mais graves, vejamos o exemplo da penta maior de A(lá):
e--------------------------2-5-
B---------------------2-5------
G----------------2-4-----------
D-----------2-4----------------
A------2-4---------------------
E-2-5--------------------------
 F# A B C# E F# A B C# E F# A

Neste caso muda a formação:
Tonica: A(lá)
6ªM: F#(fá sustenido)
2ªM: B (sí)
3ªM: C# (dó sustenido)
5ª: E (mí)


Desenhos da Pentatônica

Mas a pentatônica não retém-se apenas a 1 desenho no braço do instrumento, você pode obter ainda mais quatro formações da mesma penta, basta alterar a sequência das notas de sua formação, vamos tomar por exemplo novamente a pentatônica de Am(lá), cuja a formação é A(lá), C(dó), D(ré), E(mí), G(sol). Para obter o segundo desenho basta alterar a sequência das notas, dessa maneira: C(dó), D(ré), E(mí), G(sol), A(lá), fazendo isso você alterá a posição da escala, porém, continuará exercendo a escala de  Lá ,só que em outro desenho, vejamos no braço do instrumento:
Obs: Para tirar outros desenhos da Penta Maior faça da mesma forma!

Segundo desenho Penta Menor de A(lá)
e------------------------------8-10-
B------------------------8-10-------
G-------------------7-9-------------
D-------------7-10------------------
A-------7-10------------------------
E-8-10------------------------------
  C D   E G   A C   D E G A   C D
repare que onde começa o segundo desenho é exatamente onde acaba o primeiro.

Para obter o 3º, 4º e 5º desenhos basta continuar alterando a formação das notas, vejamos:
OBS: Repare que em todos eles onde acaba um começa o outro.

Terceiro desenho Penta Menor de A(lá)D(ré), E(mí), G(sol), A(lá) e C(dó)
e-----------------------------------10-12-
B----------------------------10-13--------
G----------------------9-12---------------
D---------------10-12---------------------
A--------10-12----------------------------
E-10-12-----------------------------------

 Quarto desenho Penta Menor de A(lá)
E(mí), G(sol), A(lá) e C(dó) e D(ré)
e------------------------------------12-15-
B-----------------------------13-15--------
G----------------------12-14---------------
D---------------12-14----------------------
A--------12-15-----------------------------
E-12-15------------------------------------

 Quinto desenho Penta Menor de A(lá)
G(sol), A(lál), C(dó), D(ré) e E(mí)
e------------------------------------15-17-
B-----------------------------15-17--------
G----------------------14-17---------------
D---------------14-17----------------------
A--------15-17-----------------------------
E-15-17------------------------------------

Escala Maior
Maior natural de A

E-----------------------------------4-5-7--
B------------------------------5-7---------
G-----------------------4-6-7--------------
D----------------4-6-7---------------------
A---------4-5-7----------------------------
E--4-5-7-----------------------------------

Fórmula da escala: Tônica, 2ªM, 3ªM, 4ªJ, 5ªJ, 6ªM e 7ªM

Escala Menor
Menor Natural de A(lá):
E------------------------------------------5-7-8--
B----------------------------------5-6-8----------
G--------------------------5-7-9------------------
D------------------5-7-9--------------------------
A----------5-7-8----------------------------------
E--5-7-8------------------------------------------

Fórmula da Escala: Tônica, 2ªM, 3ªm, 4ªJ, 5ªJ, 6ªm e 7ªm

Escala Menor harmônica
Menor Harmônica de A(lá):

E------------------------------------------5-7-8--
B----------------------------------5-6-9----------
G--------------------------5-7-9------------------
D------------------6-7-9--------------------------
A----------5-7-8----------------------------------
E--5-7-8------------------------------------------

Fórmula da Escala: Tônica, 2ª, 3ªm, 4ªJ, 5ªJ, 6ªm e 7ªM

Escala Menor Melódica
Menor Melódica de A(lá):
E------------------------------------------5-7-8--
B----------------------------------5-7-9----------
G--------------------------5-7-9------------------
D------------------6-7-9--------------------------
A----------5-7-9----------------------------------
E--5-7-8------------------------------------------

Fórmula da Escala: Tônica, 2ªM, 3ªm, 4ªJ, 5ªJ, 6ªM e 7ªM
 

Curso de Guitarra Brasil On-line - Técnicas (Parte 01)

O Slide é o resultado de se fazer deslizar os dedos ao longo das cordas. Esta técnica é várias vezes utilizada como forma de adicionar emoção e sensibilidade a uma música. (Exemplo: Coloque o indicador na casa 2 da segunda corda, faça soar a nota e sem retirar o indicador do braço, e enquanto a nota soa, faça-o deslizar até a casa 9 da mesma corda). 
Por vezes é também utilizado um acessório, denominado mesmo por Slide ou Bottleneck (gargalo de garrafa), num dos dedos da mão esquerda que produz efeitos originais quando deslizado pelas cordas.

O Vibrato é o efeito que se consegue fazendo oscilar rapidamente e de um lado para o outro a ponta do dedo que prende a corda, provocando uma variação na frequência muito usada como forma de expressão. (Exemplo: Toque uma nota qualquer à sua escolha, e sem retirar o dedo dessa casa, mova a ponta do dedo rapidamente para um lado e para outro). 
As alavancas de tremolo foram originalmente concebidas para produzir o efeito de Vibrato. Os guitarristas cedo se aperceberam da sua potencialidade para executarem também Bending (Bend) até então impossíveis com os métodos convencionais.

A Alavanca de Tremolo é uma peça mecânica que faz oscilar a ponte da guitarra, alterando a tensão e a altura do som nas cordas. As unidades de tremolo formam colocadas nas guitarras a partir de 1950, quando o seu efeito «Twang» se tornou uma imagem de marca de guitarristas como Duane Eddy, Hank Marvin e Dick Dale. Alguns guitarristas usavam-no para fazerem enormes alterações do som, o que frequentemente levava a que a guitarra ficasse desafinada quando a alavanca de tremolo regressava à sua posição normal. A solução para isso foi o sistema de encaixe para tremolo, desenvolvido pelo guitarrista Floyd Rose. O seu sistema mostrou-se tão eficaz, que as unidades de tremolo alternativas deixaram praticamente de ser usadas.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Curso de Guitarra - Exercicios

http://www.artmaiashop.com


  Nesta aula, passarei alguns exercícios para melhorar a palhetada e a digitação da mão esquerda, são aqueles bons, básicos e velhos exercícios psico-motores, mas que dão um resultado bem legal, se você estudá-los.

Os primeiros quatro exercícios são apenas palhetadas em corda solta subindo e descendo, primeiro com 4 notas por corda, depois 3, 2 e finalmente 1. Como são exercícios de técnica e que se repetem continuamente, preferi não deixar específico nenhuma fórmula de compasso. O 5º exercício é um padrão de cordas soltas bem legal para treinarmos palhetada.

Os próximos três exercícios têm como objetivo conseguir uma melhor digitação com a mão esquerda. O primeiro é o conhecidíssimo 1,2,3,4, depois temos uma variação desse tocando um na corda cima e um na corda de baixo e o terceiro é tocado na diagonal. São todos exercícios muito bons se tratando de palhetada e digitação, você pode se quiser, montar padrões diferentes para seus estudos.
 
Ex. 01
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 02
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 03
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 04
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 05
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 06
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 07
http://www.artmaiashop.com 
Ex. 08
http://www.artmaiashop.com 

KIT DE ESTUDOS PARA VIOLÃO E GUITARRA - Enviado via correios com frete grátis

http://www.artmaiashop.com 

Tudo que você precisa saber para aprender a tocar violão e guitarra de modo rápido e sem complicações, está reunido neste kit de estudos, especialmente preparado por nossos professores. O kit foi elaborado visando oferecer todas as informações necessárias, passo a passo, para quem está iniciando, ou mesmo para quem já toca um pouco e quer aprimorar os seus conhecimentos. O aluno poderá estudar nas horas vagas, e contar com o suporte  do Professor Online para esclarecer todas as suas dúvidas, e ao final do curso após enviar a sua avaliação geral, receberá o Certificado de Conclusão sem custo adicional.

 

http://www.artmaiashop.com

O Kit de Estudos para Violão e Guitarra é enviado via correios, com frete grátis para todo o Brasil. Veja abaixo o conteúdo do Kit:

 

CURSO COMPLETO DE VIOLÃO E GUITARRA


MANUAL DOS ACORDES DE VIOLÃO E GUITARRA


CURSO INTERMEDIÁRIO DE VIOLÃO E GUITARRA (Volume 01)


TRANSTON – TRANSPORTADOR DE TONALIDADES


  

Adquirindo o KIT DE ESTUDOS PARA VIOLÃO E GUITARRA, você receberá juntamente com o manual do estudante o seguinte material:

 

MATERIAL DE ESTUDOS 

http://www.artmaiashop.com

 

CURSO DE VIOLÃO E GUITARRA (7 módulos em formato E-books com 370 páginas coloridas, com aulas teóricas e práticas, exercícios, testes e gabaritos para correção ) – Nível Básico

CURSO DE VIOLÃO (1 Módulo com 285 páginas coloridas, contendo todas as informações e aulas necessárias para você aprender a tocar rapidamente) – Nível Básico e Intermediário

CURSO PRÁTICO DE GUITARRA (1 módulo de Teoria e Pratica de Guitarra com exercícios para você se transformar em uma fera no assunto)

TRANSTON Transportador de Tonalidades (Aprenda a transportar as tonalidades e colocar as músicas no seu tom de modo rápido, prático e sem complicações. Produto acompanhado do manual de utilização)

CURSO INTERMEDIÁRIO DE VIOLÃO E GUITARRA (Módulo apostilado digital acompanhado de CD virtual com aulas teóricas e práticas – Vol. 01)

MANUAL DOS ACORDES DE VIOLÃO E GUITARRA (Este manual é um guia completo de estudos com mais de 1000 acordes essenciais para quem toca rock, folk, pop, blues, country, bossa nova, jazz e clássico. Os mais importantes e mais utilizados acordes para violão e guitarra, estão reunidos neste manual e explicados em diagramas, fotos e dicas complementares para facilitar o estudo. Ideal para iniciantes e também para alunos e instrumentistas mais experientes – Versão digital – E-book)

APOSTILA DE GUITARRA (Técnicas e exercícios de nível intermediário)

CURSO DE TEORIA MUSICAL (Apostila com explicações passo a passo)

CURSO BÁSICO DE HARMONIZAÇÃO (Módulo apostilado digital - Nivel Intermediário)

ESCALAS E MODOS GREGOS (Módulo de estudos teóricos e práticos com explicações detalhadas sobre as escalas musicais e modos gregos.)

APOSTILA TEÓRICA E PRÁTICA PARA VIOLÃO, GUITARRA, BAIXO, BATERIA E GAITA (Módulo apostilado  contendo explicações teóricas e práticas)

APOSTILA DE VIOLÃO - NOÇÕES BÁSICAS (Apostila prática com explicações sobre ritmos, tablaturas, efeitos, acordes e outros assuntos que fazem parte do vocabulário básico de todo instrumentista).

DICIONÁRIO DE ACORDES ESSENCIAIS PARA VIOLÃO E GUITARRA (Módulo apostilado digital com todos os acordes mais usados e suas variações alternativas).

O BÁSICO DA TEORIA MUSICAL (Apostila com os assuntos que você precisa saber para ler partituras).

MODOS GREGOS (Módulo apostilado com explicações e exemplos).

PÁGINAS PARA EXERCÍCIOS E ANOTAÇÕES MUSICAIS (Vários modelos com tablaturas, partituras e acordes em branco  para o aluno imprimir e utilizar em exercicios e anotações)

2000 TABLATURAS PARA EXERCICIOS

57 AULAS GRAVADAS COM EXPLICAÇÕES PASSO A PASSO DAS LIÇÕES DO CURSO

VÍDEO AULAS SELECIONADAS (Mais de 50 vídeo aulas com dicas e explicações teóricas e práticas disponibilizadas na área Vip)

EXERCÍCIOS, LICKS E RIFFS SELECIONADOS (Pratique com exercícios de blues, country, funk, jazz, rock, swing, exercícios de cromatismo, tapping licks, escalas, etc...)

EXERCICIOS EM FORMATO GUITAR PRO (Milhares de tablaturas com exercicios musicais variados)

COMO TIRAR MÚSICAS DE OUVIDO (Módulo Apostilado com explicações e dicas básicas)

LIVRO DE REPERTÓRIO

CIFRAS COM RITMOS EXPLICADOS PARA VIOLÃO E GUITARRA

AFINADORES (2 Afinadores virtuais para você afinar o seu instrumento rapidamente, utilizando o seu PC)

METRÔNOMO VIRTUAL

DICIONÁRIO DE ACORDES

EDITOR DE TABLATURAS

EXERCÍCIOS MUSICAIS CIFRADOS

SENHA DO SUPORTE PROFESSOR ONLINE

SENHA DA  ÁREA VIP  ARTMAIA

CARTEIRA DE ESTUDANTE

CERTIFICADO DE CONCLUSÃO

 

              Nossos  alunos  recebem também uma senha de acesso a exclusiva ÁREA VIP ARTMAIA, onde disponibilizamos um grande material de apoio aos estudos, como vídeos, exercícios, etc...

                Se você não sabe tocar violão ou guitarra, ou sabe muito pouco e quer aprender de verdade, venha estudar conosco. O GRUPO ARTMAIA MUSIC, tem 14 anos de existência, com mais de 25 mil alunos cadastrados! Entre hoje mesmo para o maravilhoso mundo da música. Para maiores informações sobre o KIT DE ESTUDOS PARA VIOLÃO E GUITARRA clique no botão abaixo:

 

 

http://www.artmaiashop.com/KIT-DE-ESTUDOS-PARA-VIOLAO-E-GUITARRA/prod-4749516/

segunda-feira, 13 de março de 2017

Curso de Guitarra - Afinando a Guitarra

http://www.artmaiashop.com
Para afinar a guitarra, podemos usar um outro instrumento que esteja afinado e comparar as cordas soltas, podemos nos beneficiar do uso de um afinador eletrônico, afinar pelos harmônicos, por acorde, de vários jeitos. Mas, a forma de afinar mais usada pelos guitarristas de todo o mundo, é através da comparação da 5ª casa com a corda solta abaixo.
Reparem que a 5ª casa na 6ª corda, representa a nota A e que a 5ª corda solta, também é denominada A. Portanto, com esse raciocínio, ao equiparar o som destas cordas você já estará afinando a sua guitarra. O mesmo ocorre para a 5ª, 4ª, e 2ª corda.

Olhe a figura abaixo e repare que a 4ª casa da 3ª corda representa a nota B, o que equivale a 2ª corda solta.

http://www.artmaiashop.com 

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Aprenda violão e guitarra sem sair de casa, estudando nas horas vagas!

http://www.artmaiashop.com
Você quer aprender a tocar violão e guitarra em pouco tempo de modo rápido e sem complicações, e saber tudo o que é preciso para se tornar uma fera nesses instrumentos musicais e ainda contar com o suporte do Professor On-line para esclarecer todas as suas dúvidas, mas não tem tempo para freqüentar uma escola de música convencional? Se a sua resposta for afirmativa, você precisa conhecer o Grupo ArtMaia Music (www.artmaia.com), que é especializado no ensino musical a distância. São 14 anos formando talentos em todo o Brasil! Para conhecer nossos cursos acesse:

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Curso de Guitarra - As medidas das cordas

http://www.artmaiashop.com
As cordas vêm em uma variedade de calibres. O calibre da corda lhe informa a espessura desta. Quanto menor o calibre, menor a espessura, calibres de maiores medidas significam maiores espessuras. A maioria das empresas mostram o calibre (diâmetro) da maior corda: E (Mi). Os calibres mais típicos estão entre 0.008 e 0.012.
As cordas são feitas de maneiras diferente para violões e guitarras elétricas. O calibre mais popular de guitarra elétrica é 0.009. A maioria dos violonistas usam 0.010. Guitarristas iniciantes e intermediários vão provavelmente usar esses tipos mais populares.
Guitarristas mais experientes experimentam cordas de maior calibre (.011 ou .012 para cima) pois elas oferecem melhores sustain e tom, apesar disso elas são mais duras e difíceis para tocar. Elas ficam pesadas nos seus dedos e leva tempo para se acostumar. Elas também farão as pontas dos seus dedos ficarem calejadas se você não está acostumado a elas.
Não use cordas de calibre pesado até que você consiga uma maior habilidade e técnica sobre a sua guitarra. Usar cordas de calibre pesado pede ajustes que só guitarristas muito profissionais conseguem fazer.



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Curso de Guitarra Brasil On-line - Escalas e modos gregos

http://www.artmaiashop.com
Introdução

Para completo entendimento desse assunto é necessário que os desenhos dos Modos Gregos e Pentatônicas, estejam bem decorados, por isso, treine bastante as escalas até que estejam perfeitamente memorizadas. Nessa seção iremos abordar sobre vários assuntos relacionados às escalas, tentarei descomplicar o estudo, você aprenderá a entender as escalas e aplica-las baseando-se no campo harmônico. Darei varias dicas importantes, assim como explicações esclarecedoras, mas vale salientar que é muito importante a completa memorização dos desenhos, pois agora estamos entrando em um estudo mais avançado.

Explicação

É muito importante antes de nos aprofundarmos no assunto, esclarecermos certos pontos relacionados às escalas. Os Modos Gregos são compostos de 5 desenhos, mas na verdade são 7 escalas, pois Lôcrio/Jônio e Frígio/Lídio na verdade são 2 escalas "embutidas" em 1 desenho.

As escalas estão escritas no que eu chamo de posição natural, onde você estará tocando somente notas naturais, ou seja, sem “Sustenidos’ e “Bemóis”, essa vai ser nossa área de estudo”. Cada escala corresponde a uma nota tônica, vamos a elas:

MIXOLÍDIO: G
EÓLIA: A
LÔCRIO: B
JÔNIO: C
DÓRICO: D
FRÍGIO: E
LÍDIO: F

Veja porquê Lôcrio/Jônio e Frígio/Lídio são formados por um desenho mas na verdade são, na teoria, escalas diferentes, Lôcrio/Jônio são correspondentes as escalas de B/C, notas que você anda ½ tom, assim como o FrÍgio/Lídio correspondem a E/F notas que também andam ½ tom. Agora vamos descomplicar o pensamento em relação as escalas! Todos os modos são formados pelas mesmas notas, sendo, por exemplo, a escala Mixolidio formada pelas notas:

G/A/B/C/D/E/F/G/

E a Eólia formada pelas notas:

A/B/C/D/E/F/G/A

E assim por diante, as únicas coisas que mudam de uma escala para outra são: o desenho, e a nota de saída da escala, sendo o desenvolvimento dela igual em todas as outras escalas. Se todas as escalas têm as mesmas notas, elas seriam iguais então? Na teoria não, mas na pratica sim! Todas elas têm a mesma importância, em um solo todas elas podem ser encaixadas perfeitamente, porque como vimos, em matéria de notas, não há diferença entre elas.

É muito importante deixar isso bem claro, porque muitos alunos tinham uma visão burocrática da escala, por exemplo, sobre escala maior e escala menor. Na verdade, na pratica não existe escala maior ou menor, ora todas as escalas são iguais, porque haveria de existir escala maior ou menor, o quê na verdade seria correto dizer é que existe escala com desenho maior e desenho menor.
Note que todas os desenhos se encaixam entre si, a ideia seria; onde termina uma escala já é o começo da outra, então elas têm uma sequencia lógica, o que é claro, facilita o estudo de visualização. No assunto campo harmônico foi dito que escalas e acordes estão juntos, embutidos em uma coisa só, por exemplo, a escala Eólia começa em A; que acorde, maior ou menor casaria com a escala?

A ou Am? Visualizando, você verá que é o Am porque não há "sustenidos" nesse acorde, portanto a Eólia têm um desenho menor, mas isso não quer dizer que é uma escala menor porque na Jônio por exemplo, se encaixa um acorde de C, então ela seria uma escala com desenho maior, mas na Eólia, assim como na Jônio, nós temos as mesmas notas, então não há diferença em nenhuma das duas, você poderá usar qualquer escala, em qualquer base, é claro com certos critérios que serão citados aqui. No campo harmônico os graus são relacionados às escalas sendo:

Primeiro grau: Jônio
Segundo grau: Dórico
Terceiro grau: Frígio
Quarto grau: Lídio
Quinto grau: Mixolidio
Sexto grau: Eólia
Sétimo grau: Lôcrio

Para que você possa entender melhor o assunto explicado procure estudar mais sobre Campo Harmônico. Agora você tem que sempre pensar nas escalas como uma unidade, temos os desenhos, mas todo o bloco é importante. O que vai acontecer muito com escalas é a mudança de região, mas tudo é feito matematicamente. Temos o campo harmônico original, onde seria a área de estudo e onde você não encontrará sustenidos, mas veja por exemplo, o campo harmônico de G.

G é claro está no primeiro grau que é da escala Jônio, então faça a escala Jônio sair da nota G na 6ª corda, e pronto você fez a transposição correta! E as outras escalas vão andar proporcionalmente. No campo já estarão escritas as posições, mas você pode fazer isso usando a lógica, onde termina uma, começa a outra e assim por diante! As escalas não mudam de ordem, elas mudam de região, tudo matematicamente. Sempre depois da Jônio virá a Dórico e depois da Dórico, Frígio e assim por diante! Por isso é muito importante decorar as escalas muito bem, para ter opções de vários desenhos. As trilhas, por exemplo, são nada mais nada menos que formas prontas de duas ou mais escalas juntas e são importantes para conhecer novas formas.

As Pentatônicas são um resumo dos Modos Gregos, "Penta" significa 5, elas são as 5 tônicas dos Modos Gregos, e cada Modo Grego têm a sua Pentatônica correspondente, e só dar uma olhada nos desenhos, e para usá-las é a mesma coisa, elas acompanham os Modos. Existe um truque para solar em "Blues", que seria o seguinte: o "Blues" tem uma sonoridade muito característica, para seguir adiante temos que entender a sonoridade, o quê torna o "Blues" tão peculiar.

O "Blues" basicamente é construído por acordes maiores, mais especificamente é só pegar os acordes do Primeiro/Quarto/Quinto graus, esses graus são todos maiores, e em qualquer campo harmônico tocando essa sequencia você terá uma "cadência Blues"!

A particularidade do "Blues" vem de um efeito harmônico muito interessante, o "Blues" então é criado basicamente por acordes maiores, o quê caracteriza se um acorde é maior ou menor (consulte formação de acordes) seria o intervalo de terça, e temos a terça maior para acordes maiores e a terça menor para acordes menores, para ter um efeito "Blues", é tocado junto com o acorde maior a terça menor desse acorde, por exemplo, vamos pegar a tônica de um "Blues" em um campo harmônico natural, o de estudo, a tônica do "Blues" estaria no primeiro grau, C, o acorde de C (Dó maior) é formado pela terça maior que é a nota E, toque junto a nota Eb, que é a terça menor, pronto esse é o efeito "Blues"( Blue Note). Note que na Penta Blues, a nota a mais que ela tem é exatamente o Eb!!

Mas ainda não é só isso, o que os guitarristas de "Blues" fazem é mais radical; por exemplo: um "Blues" no campo harmônico natural seria basicamente C/F/G, você de cara pode solar em, Modos gregos, Pentatônicas e Penta blues na posição original sem problemas, vai ficar bem legal.

Mas para ter o efeito "Blues" realmente, pegue somente a Pentâtonica e a Penta blues e faça andarem 1 tom e ½ à frente da posição original! Agora sim você estará solando com a sonoridade "Blues"! Mas o quê foi feito na verdade?

A idéia "Blues" é você tocar em cima de acordes maiores a terça menor da tônica do "Blues" certo? Agora vejamos, o tom do "Blues" natural é C, que escala faz parte desse tom? A escala Jônio, que é claro uma escala com desenho maior, andando todos os desenhos 1 tom e ½ a frente, que escala está agora em C? Seria a Eólia que é uma escala com desenho menor.Ou seja a idéia básica, que era tocar em cima de um acorde maior a terça menor, se estendeu para onde havia uma escala com desenho maior para agora uma com desenho menor,  não é demais?

O quê é muito importante dizer é que quando você desloca as escalas 1 tom e ½ à frente, só use Pentas e Penta blues e esse efeito é só para "Blues", ou para músicas que usem o primeiro, quarto e quinto graus do campo harmônico. Então veja que linha de raciocínio simples que você pode seguir agora! Imagine um "Blues" em E. A tônica de um "Blues" é sempre um acorde do primeiro grau. ENTÃO ESTE SERIA O CAMPO HARMÔNICO DE E. Um Blues nessa tonalidade seria formado basicamente por, E/A/B, (primeiro grau/quarto e quinto) a tônica do "Blues" é sempre o acorde do primeiro grau.

Você poderia usar a Jônio saindo de E, Modos gregos /Pentatônicas, e poderia também usar a Penta da Eólia em E, o que daria o efeito "Blues"! É o mesmo raciocínio para todos os campos! LEMBRANDO QUE, QUANDO VOCÊ PEGA A PENTA DA EÓLIA E ANDA 1TOM E ½ A FRENTE, TODOS OS OUTROS DESENHOS ANDARAM PROPORCIONALMENTE.  A IDEIA DE PEGAR A EÓLIA E SÓ PARA FACILITAR O RACIOCINIO.

Conclusão

Todos os desenhos de escalas são importantes. As escalas são formadas pelas mesmas notas, sendo a Jônio, Lídio e Mixolídio, desenhos "maiores" e, a Eólia, Dórico, Frígio, desenhos "menores". Lócrio desenho meio diminuto ou 5+. Efeito "Blues" é conseguido pelo deslocamento das Pentatônicas, Penta blues 1 tom e ½ a frente. Faça um estudo para decorar seqüências de acordes de diversos campos harmônicos, assim você poderá identificar mais rapidamente que campo está sendo usado por determinada musica.